segunda-feira, 14 de maio de 2012

Miostatina vs Folistatina


O exercício aumenta a Folistatina?
A Folistatina é uma TGF-β, e como tal, entre outras funções inibe a acção da miostatina. Esta última, por sua vez, é factor mais do que conhecido como inibidor do crescimento e aumento da massa muscular. Este mecanismo de controlo do crescimento muscular, pode ser comparado a outras funções de regulação/contra regulação presentes no organismo. Podíamos mesmo compará-lo ao movimento regulatório fisiológico insulina/glucagon. Todos estes mecanismos de controlo são de característica marcadamente alostérica, com o objectivo último de garantir o equilíbrio e bom funcionamento do organismo. Esta talvez fosse a melhor forma de definir homeostase.
O estudo no qual baseio este pequeno artigo, é de enorme importância porque vem demonstrar que o aumento da produção de Folistatina é uma realidade e que aparentemente não se encontra relacionado com a IL-6 e a Epinefrina (não se verificou ligação entre a presença destes 2 factores e o aumento da síntese de RNAm da Folistatina).

Ficou sim demonstrado que a Folistatina foi aumentada apenas pelo exercício (aparentemente os níveis de Folistatina aumentaram até cerca de 7 vezes em resposta ao exercício).

A acção anabólica do exercício físico é, desta forma, evidenciada em detrimento da anterior relação estabelecida entre a IL-6 e a Epinefrina na elevação da Folistatina.

A relevância destes resultados, e a sua importância em doentes com sarcopenia e doenças miodegenerativas, permanece ainda sob escrutínio da comunidade científica.


Filipe Teixeira
Direcção Técnica-Body Temple, Lda
The Tudor Bompa Institute, Portugal.
Nutrition & Performance Department of TBI.



As opiniões aqui contidas apenas reflectem a opinião do autor e não necessáriamente da empresa Body Temple Lda/Tudor Bompa Institute. Consulte sempre o seu médico ou profissional de saúde antes de enveredar por qualquer suplemento, plano alimentar ou tratamento.



Referências bibliográficas:


[1] Hansen J et al (2011).  Exercise Induces a Marked Increase in Plasma Follistatin: Evidence That Follistatin Is a Contraction-Induced Hepatokine. Endocrinology Vol. 152, No. 1 164-171

Sem comentários:

Enviar um comentário